INÍCIO BÍBLIA ONLINE SNT SEPTUAGINTA NOVO TESTAMENTO
AUXÍLIOS BÍBLICOS DICIONÁRIO BÍBLICO TERMOS DE USO
Gênesis Êxodo Levítico Números Deuteronômio Josué Juízes Rute
1 Samuel 2 Samuel 1 Reis 2 Reis 1 Crônicas 2 Crônicas Esdras Neemias
Ester Salmos Provérbios Eclesiastes Cântico dos Cânticos Isaías
Jeremias Lamentações de Jeremias Ezequiel Daniel Oséias Joel Amós Obadias
Jonas Miquéias Naum Habacuque Sofonias Ageu Zacarias Malaquias
1 Macabeus
Mateus Marcos Lucas

domingo, 28 de maio de 2017

Septuaginta - Ezequiel - Capítulo 36

1 E tu, ó filho do homem, profetiza aos montes de Israel. E dize aos montes de Israel: Ouvi a palavra do Senhor!
2 Assim diz o Senhor Deus: Visto que disse o inimigo contra vós: Ah, as antigas ruínas se tornaram uma possessão para nós!
3 Portanto, profetiza e dize: Assim diz o Senhor Deus: Porque fostes desonrados e odiados por aqueles ao vosso redor, a ponto de tornar-vos uma possessão para o restante das nações, e vos tornastes um provérbio e um motivo de opróbrio entre as nações;
4 portanto, ó montes de Israel, ouvi a palavra do Senhor! Assim diz o Senhor aos montes e aos outeiros, às correntes e aos vales, aos lugares que foram feitos desolados e destruídos e às cidades que foram abandonadas para tornarem-se presa e serem pisoteadas pelas nações que foram deixadas ao seu redor;
5 assim diz o Senhor: Em verdade, no fogo da minha ira falei contra o resto das nações e contra todo o Edom, porquanto eles se apropriaram de minha terra para si mesmos, como uma possessão, alegrando-se com isto e desprezando a vida dos seus habitantes para destruí-la por pilhagem.
6 Portanto, profetiza sobre a terra de Israel, e dize aos montes, aos outeiros, aos vales e as florestas: Assim diz o Senhor: Eis que vos tenho falado no meu zelo e no meu furor, pois levastes sobre vós as censuras dos gentios.
7 Portanto, levantarei a minha mão contra as nações que estão ao redor de vós. Elas levarão o seu opróbrio.
8 Todavia, as vossa uvas e os vossos frutos, ó montes de Israel, meu povo deverá comer. Pois eles estão esperando para vir.
9 Porque eis que eu sou por vós; terei consideração por vós, e sereis lavrados e semeados.
10 Multiplicarei homens sobre vós, toda a casa de Israel; sim, toda ela. As cidades serão habitadas, e a terra assolada terá construções sobre si.
11 E multiplicarei homens e gado sobre vós; far-vos-ei ser habitados como dantes, e irei tratar-vos bem, como em vossos tempos antigos. E sabereis que eu sou o Senhor.
12 Multiplicarei homens sobre vós, o meu povo de Israel. Eles vos herdarão, e lhes sereis por herança; ser-lhes-eis por uma possessão.
13 Assim diz o Senhor Deus: Porquanto disseram-te: És terra que devora homens, e que tens despojado a tua nação.
14 Portanto, não mais devorarás homens e nunca mais despojarás a tua nação, diz o Senhor Deus.
15 Ali nunca mais será ouvido, contra vós, o opróbrio das nações, e não mais suportareis os ultrajes dos povos, diz o Senhor Deus.
16 E a palavra do Senhor veio a mim, dizendo:
17 Filho do homem, a casa de Israel habitava na sua terra, e eles a contaminaram com os seus caminhos, com os seus ídolos e com as suas imundícies. O seu caminho estava diante de mim como a imundícia de uma mulher menstruada.
18 Então, eu derramei o meu furor sobre eles
19 e os dispersei entre as nações, espalhando-os totalmente pelas terras; eu os julguei de acordo com o seu caminho e de acordo com o seu pecado.
20 Entraram eles nas nações para as quais foram, e profanaram o meu santo nome, enquanto se dizia deles: Estes são o povo do Senhor, os quais saíram da sua terra.
21 Eu. porém, os tenho poupado, por causa do meu santo nome que a casa de Israel profanou entre as nações para as quais eles foram.
22 Portanto, dize à casa de Israel: Assim diz o Senhor: Não fiz isto, ó casa de Israel, por vossa causa, mas por causa do meu santo nome que tendes profanado entre as nações, para as quais fostes.
23 E eu santificarei o meu grande nome que foi profanado entre as nações, que vós profanastes no meio delas, e as nações saberão que eu sou o Senhor quando for santificado entre vós, diante dos seus olhos.
24 Tomar-vos-ei dentre as nações, congregando-vos de todas as terras, e vos trarei para a vossa terra;
25 espargirei água pura sobre vós, e sereis purgados de todas as vossas imundícies e de todos os vossos ídolos. Eu mesmo vos purificarei.
26 Dar-vos-ei um coração novo, e porei um espírito novo em vós; tirarei o coração de pedra da vossa carne e vos darei um coração de carne.
27 Porei o meu Espírito em vós, farei que andeis nos meus estatutos e guardeis as minhas ordenanças, praticando-as.
28 Vós, pois, habitareis sobre a terra que dei a vossos pais. Sereis o meu povo, e eu serei o vosso Deus.
29 Livrar-vos-ei de todas as vossas imundícies. Mandarei vir o trigo e o multiplicarei, e não mais trarei a fome sobre vós.
30 E multiplicarei o fruto das árvores e os produtos do campo, para que não leveis o opróbrio da fome entre as nações.
31 Lembrar-vos-eis dos vossos maus caminhos e das vossas práticas, que não eram boas, e sereis odiosos aos vossos próprios olhos por causa das vossas transgressões e das vossas abominações.
32 Não é por amor de vós que eu faço isto, diz o Senhor Deus, como é bem conhecido de vós. Senti-vos, pois, envergonhados e confundidos por causa dos vossos caminhos, ó casa de Israel!
33 Assim diz o Senhor Deus: No dia em que eu vos purificar de todas as vossas iniquidades também farei com que as cidades sejam habitadas. Os lugares devastados serão edificados
34 e a terra assolada será cultivada, ainda que estava assolada aos olhos de cada um que passava por ela.
35 E dirão: Esta terra desolada tornou-se como um jardim de delícias, e as cidades baldias, assoladas e destruídas, estão habitadas.
36 Então, as nações, todas aquelas que forem deixadas ao redor de vós, saberão que eu, o Senhor, construí as cidades arruinadas e plantei os terrenos abandonados. Eu, o Senhor, o disse e o farei.
37 Assim diz o Senhor Deus: Ainda, para este fim, eu serei procurado pela casa de Israel, para os estabelecer. E irei multiplicá-los, tanto homens como ovelhas.
38 Como ovelhas santas, como as ovelhas de Jerusalém nas suas festas, assim as cidades desertas se encherão de rebanhos de homens. E saberão que eu sou o Senhor.

Nenhum comentário: