INÍCIO BÍBLIA ONLINE SNT SEPTUAGINTA NOVO TESTAMENTO
AUXÍLIOS BÍBLICOS DICIONÁRIO BÍBLICO TERMOS DE USO
SEPTUAGINTA EM PORTUGUÊS - PDF - Atualizada em 09/12/2018
Gênesis Êxodo Levítico Números Deuteronômio Josué Juízes Rute
1 Samuel 2 Samuel 1 Reis 2 Reis 1 Crônicas 2 Crônicas Esdras Neemias
Ester Salmos Provérbios Eclesiastes Cântico dos Cânticos Isaías
Jeremias Lamentações de Jeremias Ezequiel Daniel Oséias Joel Amós Obadias
Jonas Miquéias Naum Habacuque Sofonias Ageu Zacarias Malaquias
1 Macabeus
Mateus Marcos Lucas

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Septuaginta - Ezequiel - Capítulo 27

1 E a palavra do Senhor veio a mim, dizendo:
2 E tu, ó filho do homem, levanta uma lamentação contra Tiro.
3 E dirás à Tiro, que habita na entrada do mar para mercadejar com as nações que vêm de muitas ilhas: Assim diz o Senhor para Tiro: Tu disseste: Eu me revesti com a minha beleza.
4 No coração do mar teus filhos puseram beleza sobre ti, até os teus limites.
5 Cedro de Senir foi empregado, por ti, na tua construção. Pranchas de madeira de cipreste foram retiradas do Líbano, e madeira para fazer-te mastros de abeto.
6 Fizeram os teus remos de madeira da terra de Basã. Teus utensílios sagrados fizeram de marfim, tuas casas sombrias de madeira das ilhas dos quiteus.
7 Linho fino bordado do Egito recobriu os teus sofás, para colocar honra sobre ti e para vestir-te com azul e púrpura das ilhas de Elisá. Estes eram os teus revestimentos.
8 Os teus príncipes eram os habitantes de Sidom, e os arvaditas os teus remadores. Os teus sábios, ó Tiro, que habitavam em ti, esses foram os teus pilotos.
9 Os anciãos de Gebal e os seus sábios que estavam em ti, estes aperfeiçoaram o teu conselho, e todos os navios do mar e seus remadores negociaram por ti até as extremidades do oeste.
10 Persas, lídios e líbios achavam-se em teu exército; os teus guerreiros penduravam em ti escudos e capacetes. Estes manifestaram a tua glória.
11 Os filhos dos arvaditas e os seu exército estavam sobre os teus muros; havia guardas em tuas torres. Eles penduravam as suas aljavas nas tuas muralhas em redor. Estes também completaram a tua formosura.
12 Os cartagineses eram teus mercadores, por causa da abundância da tua riqueza. Eles supriram teu mercado com a prata, o ouro, o ferro, o estanho e o chumbo.
13 A Grécia e o mundo todo, e as costas adjacentes, estes negociaram contigo nas pessoas de homens, e deram, em troca da tua mercadoria, vasos de bronze.
14 Da casa de Togarma cavalos e cavaleiros eram fornecidos ao teu mercado.
15 Os filhos de Rodes eram teus mercadores. Das ilhas multiplicavam-se as tuas mercadorias, até mesmo dentes de elefantes. E, aos que vinham, impunhas-lhes teus preços,
16 até mesmo homens como tuas mercadorias, da abundância da tua população mercadora. Mirra e obras bordadas de Tarsis, Ramote, e também de Carcar, supriam teu mercado.
17 Judá e os filhos de Israel, estes eram teus mercadores, na venda de cereal, unguentos e cássia. Deram eles o melhor mel, azeite e bálsamo à tua população negociante.
18 Os habitantes de Damasco eram teus mercadores, em virtude da abundância de todo o teu poder, trazendo vinho de Helbom e lã de Mileto. E trouxeram vinho ao teu mercado.
19 De Uzal veio o ferro forjado e, por este motivo, ouviu-se o som de rodas entre a tua população de mercadores.
20 Os habitantes de Dedã eram teus mercadores, com cavalgaduras escolhidas para os teus carros.
21 A Arabia e todos os príncipes de Quedar, estes foram teus mercadores, trazendo camelos, ovelhas e carneiros, nos quais negociaram contigo.
22 Os mercadores de Sabá e Raamá, estes eram os teus mercadores com especiarias escolhidas e pedras preciosas, e traziam, ainda, ouro para o teu mercado.
23 Harã e Cane, estes eram teus mercadores. A Assíria e também Quilmade eram teus mercadores,
24 trazendo a mercadoria de pano azul, produtos escolhidos amarrados com cordas e madeira de cipreste.
25 Navios negociavam as tuas mercadorias em abundância, com a tua população de negociantes. E, assim, tu estavas farta e sobrecarregada no coração do mar.
26 Os teus remadores conduziram-te sobre grandes águas. O vento sul te quebrou no meio dos mares.
27 Tuas forças e o teu ganho, junto com o de teus comerciantes, e os teus remadores, os teus pilotos, os teus conselheiros e aqueles que negociam contigo, e todos os teus guerreiros que estão em ti, e toda a multidão que está no meio de ti, perecerão no coração do mar, no dia da tua queda.
28 Ao grito de tua voz os teus pilotos espantar-se-ão, grandemente.
29 Todos os remadores e  marinheiros descerão dos navios, e os pilotos do mar ficarão sobre a terra firme.
30 Eles lamentarão sobre ti com a sua voz, chorarão amargamente, colocarão terra sobre as suas cabeças e espalharão cinzas sob si mesmos.
31 32 Seus filhos levantarão um lamento por ti, uma lamentação sobre Tiro, dizendo:
33 Que grande recompensa tens tu recebido do mar? Da tua abundância encheste as nações, e com as tuas variadas mercadorias enriqueceste a todos os reis da terra.
34 Agora, pois, estás quebrada no mar. Os teus comerciantes jazem todos em águas profundas, e toda a tua multidão no meio de ti, e todos os teus remadores, sucumbiram.
35 Os moradores todos das ilhas têm lamentado a teu respeito; os seus reis ficaram sobremaneira espantados, e os seus rostos estão perturbados pelo choro.
36 Comerciantes de todas as nações assobiaram para ti. Estás totalmente destruída e não serás mais, eternamente.

Nenhum comentário: