INÍCIO BÍBLIA ONLINE SNT SEPTUAGINTA NOVO TESTAMENTO
AUXÍLIOS BÍBLICOS DICIONÁRIO BÍBLICO TERMOS DE USO
SEPTUAGINTA EM PORTUGUÊS - PDF - Atualizada em 03/10/2018
Gênesis Êxodo Levítico Números Deuteronômio Josué Juízes Rute
1 Samuel 2 Samuel 1 Reis 2 Reis 1 Crônicas 2 Crônicas Esdras Neemias
Ester Salmos Provérbios Eclesiastes Cântico dos Cânticos Isaías
Jeremias Lamentações de Jeremias Ezequiel Daniel Oséias Joel Amós Obadias
Jonas Miquéias Naum Habacuque Sofonias Ageu Zacarias Malaquias
1 Macabeus
Mateus Marcos Lucas

terça-feira, 23 de maio de 2017

Septuaginta - Ezequiel - Capítulo 26

1 E sucedeu que, no ano undécimo, no primeiro dia do mês, a palavra do Senhor veio a mim, dizendo:
2 Filho do homem, por que disse Tiro contra Jerusalém: Ah, ela está esmagada! As nações estão destruídas, ela se voltou para mim. Ela, que estava cheia, agora está desolada.
3 Portanto, assim diz o Senhor: Eis que eu sou contra ti, ó Tiro, e irei trazer muitas nações contra ti, como o mar vem com as suas ondas.
4 Elas derrubarão os muros de Tiro, derrubarão as suas torres. Rasparei o seu pó de cima dela, para fazer dela uma rocha nua.
5 Ela virá a ser, no meio do mar, um lugar para a reparação de redes, pois eu o falei, diz o Senhor; tornar-se-á um despojo para as nações.
6 Também as suas filhas, que estão no campo, serão mortas à espada, e saberão que eu sou o Senhor.
7 Porque assim diz o Senhor: Eis que eu trarei contra ti, ó Tiro, Nabucodonosor, rei da Babilônia, desde o norte. Ele é um rei de reis, com cavalos, carros, cavaleiros e uma multidão de muitas nações.
8 Matará tuas filhas, que estão no campo, com a espada, e estabelecerá um cerco contra ti; construirá fortalezas em redor de ti, levantará baluartes e obras de guerra, e disporá as suas lanças contra ti.
9 Ele derrubará, com as suas espadas, teus muros e tuas torres.
10 Por causa da multidão de seus cavalos seu pó te cobrirá, e por causa do som de seus cavaleiros e das rodas dos seus carros os muros estremecerão quando ele entrar pelas tuas portas, como alguém que entra em uma cidade vindo da planície.
11 Com as patas dos seus cavalos ele socará todas as tuas ruas. Teu povo ele matará à espada, e lançará ao chão o sustentáculo da tua força.
12 Ele se abaterá sobre o teu poder, saqueará os teus bens, derrubará os teus muros e despedaçará as tuas casas agradáveis. E lançará as tuas pedras, as tuas madeiras e o teu pó no meio do mar.
13 Ele destruirá a multidão dos teus músicos, e o som dos teus alaúdes nunca mais será ouvido.
14 Farei de ti uma rocha nua, tornar-te-ás um lugar para se estender redes; nunca mais serás edificada, porque eu, o Senhor, o falei, diz o Senhor.
15 Pois assim diz o Senhor Deus para Tiro: Não tremerão as ilhas com o estrondo da tua queda, enquanto os feridos estiverem gemendo, quando eles tiverem desembainhado uma espada no meio de ti?
16 Todos os príncipes das nações do mar descerão dos seus tronos, arrancarão as suas coroas de suas cabeças e tirarão as suas vestes bordadas; ficarão totalmente atônitos; assentar-se-ão no chão, temendo pela sua própria destruição, e gemerão sobre ti.
17 Então, eles levantarão uma lamentação sobre ti, dizendo-te: Como foste destruída no mar, cidade renomada, que levavas o terror a todos os teus habitantes!
18 E as ilhas se assustarão com o dia da tua queda.
19 Pois assim diz o Senhor Deus: Quando eu tornar a cidade assolada como as cidades que não são habitadas, quando fizer subirem as profundezas sobre ti
20 e as muitas águas te encobrirem, então eu te farei descer ao encontro dos que descem à cova, ao povo antigo, e farei com que a tua habitação seja nas profundezas da terra, como em desolação perpétua, junto com os que descem à cova, para que não possas mais ser habitada nem jamais te levantes sobre a terra dos vivos.
21 Farei de ti uma destruição, e não mais serás para sempre, diz o Senhor Deus.

Nenhum comentário: