INÍCIO BÍBLIA ONLINE SNT SEPTUAGINTA NOVO TESTAMENTO
AUXÍLIOS BÍBLICOS DICIONÁRIO BÍBLICO TERMOS DE USO
Gênesis Êxodo Levítico Números Deuteronômio Josué Juízes Rute
1 Samuel 2 Samuel 1 Reis 2 Reis 1 Crônicas 2 Crônicas Esdras Neemias
Ester Salmos Provérbios Eclesiastes Cântico dos Cânticos Isaías
Jeremias Lamentações de Jeremias Ezequiel Daniel Oséias Joel Amós Obadias
Jonas Miquéias Naum Habacuque Sofonias Ageu Zacarias Malaquias
1 Macabeus
Mateus Marcos Lucas

sábado, 17 de junho de 2017

Septuaginta - Miquéias - Capítulo 7

1 Ai de mim, pois tornei-me como aquele que ajunta palha na ceifa e como aquele que recolhe os rabiscos na vindima, quando não já há cacho para que possa comer as frutas temporãs maduras. Ai da minha alma!
2 Pois o piedoso pereceu da terra, e não há entre os homens quem ordene retamente o seu caminho. Todos eles contendem até o sangue; gravemente afligem, cada um, ao seu próximo.
3 Eles preparam as suas mãos para o mal: o príncipe pede uma recompensa, e o juiz fala palavras lisonjeiras. Este é o desejo da sua alma.
4 Portanto irei tirar os seus bens como uma traça devoradora, e como alguém que castiga pela regra mais dura, em um dia de visitação. Ai, ai, os teus tempos de vingança são chegados; agora virão as tuas lamentações.
5 Não acredites nos teus amigos, nem confies em guias; tem cuidado de tua mulher, de modo a não lhe confiares nada.
6 Pois o filho desonra a seu pai, a filha se levantará contra a sua mãe, a nora contra a sua sogra, e aqueles de sua própria casa serão os inimigos de um homem.
7 Eu, porém, olharei para o Senhor; esperarei em Deus, meu Salvador. Meu Deus me ouvirá.
8 Não te alegres contra mim, ó meu inimigo! porquanto, apesar de ter caído, ainda me levantarei; ainda que eu me assente nas trevas, o Senhor será a minha luz.
9 Sofrerei a indignação do Senhor, pois pequei contra Ele, até que favoreça a minha causa; Ele também sustentará o meu direito, irá trazer-me para a luz, e verei a sua justiça.
10 Aquela que é minha inimiga verá isso, e cobrir-se-á com vergonha; aquela que diz: "Onde está o Senhor teu Deus?" Os meus olhos a verão. agora ela será pisada a como lama das ruas.
11 Este é o dia da reconstrução. Neste dia será completa a tua destruição; tal dia irá abolir totalmente as tuas ordenanças.
12 As tuas cidades serão arrasadas e repartidas entre os assírios; as tuas cidades fortificadas serão separadas desde Tiro até o rio, e de mar à mar, e de montanha à montanha.
13 E a terra será de todo assolada, juntamente com os que a habitam, por causa do fruto das suas obras.
14 Tende o teu povo com a tua vara, as ovelhas da tua herança, aqueles que habitam à vontade no bosque, no meio do Carmelo; eles se alimentarão na terra de Basã e na terra de Gileade, como nos dias antigos.
15 Como nos dias da tua saída do Egito, verás coisas maravilhosas.
16 As nações o verão, e confundir-se-ão com toda a sua força; porão as mãos sobre a boca, e os seus ouvidos estarão surdos.
17 Elas lamberão o pó como as serpentes que rastejam sobre a terra, e serão confundidas em suas tocas; surpreender-se-ão com o Senhor nosso Deus, e terão temor de ti.
18 Quem é Deus semelhante a ti, cancelando iniquidades, e esquecendo-te dos pecados do restante da tua herança? Pois Ele não manteve a sua ira para um testemunho, mas tem se deleitado na benignidade.
19 Ele se voltará e terá misericórdia de nós; Ele afundará nossas iniquidades, e elas serão lançadas nas profundezas do mar, com todos os nossos pecados.
20 Ele concederá bênçãos, verdadeiramente, a Jacó, e misericórdia a Abraão, como juraste a nossos pais, de acordo com os dias passados​​.

Nenhum comentário: