INÍCIO BÍBLIA ONLINE SNT SEPTUAGINTA NOVO TESTAMENTO
AUXÍLIOS BÍBLICOS DICIONÁRIO BÍBLICO TERMOS DE USO
Gênesis Êxodo Levítico Números Deuteronômio Josué Juízes Rute
1 Samuel 2 Samuel 1 Reis 2 Reis 1 Crônicas 2 Crônicas Esdras Neemias
Ester Salmos Provérbios Eclesiastes Cântico dos Cânticos Isaías
Jeremias Lamentações de Jeremias Ezequiel Daniel Oséias Joel Amós Obadias
Jonas Miquéias Naum Habacuque Sofonias Ageu Zacarias Malaquias
1 Macabeus
Mateus Marcos Lucas

sábado, 17 de junho de 2017

Septuaginta - Naum - Capítulo 1

1 A sentença contra Nínive. Livro da visão de Naum, o elcosita.
2 Deus é ciumento, o Senhor é vingador; o Senhor vinga-se com grande ira; o Senhor toma vingança contra os seus adversários, eliminando os seus inimigos.
3 O Senhor é longânimo, e é grande o seu poder; o Senhor não terá ninguém por inocente; seu caminho é na destruição e na tormenta, e as nuvens são o pó dos seus pés.
4 Ele ameaça o mar e o faz secar, e esgota todos os rios da terra. Basã e o Carmelo são humilhados, e as árvores florescentes do Líbano já tem murchado.
5 Os montes tremem perante Ele, os montes se abalam e a terra recua diante dele, o mundo e todos os que nele habitam.
6 Quem se sustentará diante da sua ira? quem suportará o furor da sua ira? seu furor transforma reinos em nada, e as rochas foram por Ele despedaçadas.
7 O Senhor é bom para os que esperam por Ele no dia da angústia, e conhece os que o reverenciam.
8 Porém, com uma inundação transbordante Ele trará um fim absoluto. As trevas perseguirão os que se levantam contra Ele, perseguirão os seus inimigos.
9 O que é que concebeis contra o Senhor? Ele vai trazer um fim completo. Não irá vingar-se pela aflição duas vezes.
10 Porquanto o inimigo será desnudado até a sua fundação, e será consumido como espinhos entrelaçados, como palha totalmente seca.
11 De ti procederá uma maquinação contra o Senhor, aconselhando coisas más e hostis a Ele.
12 Assim diz o Senhor, reinando sobre as muitas águas: "Desta forma serão exterminados, e um relato de ti não se ouvirá mais.
13 Eu agora irei quebrar a sua vara de sobre ti, e romperei as tuas cadeias.
14 E o Senhor dará uma ordem a teu respeito: o teu nome não mais persistirá. Eu destruirei os ídolos da casa de teu deus, e as imagens de fundição. Farei a tua sepultura, pois és vil.
15 Eis sobre os montes os pés do que traz as boas novas, e proclama a paz! Ó Judá, guarda as tuas festas, paga os teus votos, porquanto não mais passarão por ti, para exterminar-te."

Nenhum comentário: