INÍCIO BÍBLIA ONLINE SNT SEPTUAGINTA NOVO TESTAMENTO
AUXÍLIOS BÍBLICOS DICIONÁRIO BÍBLICO TERMOS DE USO
Gênesis Êxodo Levítico Números Deuteronômio Josué Juízes Rute
1 Samuel 2 Samuel 1 Reis 2 Reis 1 Crônicas 2 Crônicas Esdras Neemias
Ester Salmos Provérbios Eclesiastes Cântico dos Cânticos Isaías
Jeremias Lamentações de Jeremias Ezequiel Daniel Oséias Joel Amós Obadias
Jonas Miquéias Naum Habacuque Sofonias Ageu Zacarias Malaquias
1 Macabeus
Mateus Marcos Lucas

sábado, 3 de junho de 2017

Septuaginta - Ezequiel - Capítulo 48

1 "E estes são os nomes das tribos do extremo norte, no lado da descida que traça uma linha para a entrada de Hamate, o palácio, até Hazar-Enom, o termo de Damasco para o norte, ao lado de Hamate, o palácio; e eles terão as partes orientais e indo até o mar, uma porção para Dã.
2 E a partir das fronteiras de Dã, desde o leste e até o mar da costa oeste, para Aser, uma porção.
3 E a partir das fronteiras de Aser, desde as partes orientais até a costa oeste, para Naftali, uma porção.
4 E a partir das fronteiras de Naftali, desde o leste até a costa oeste, para Manassés, uma porção.
5 E a partir das fronteiras de Manassés, desde as regiões orientais até a costa oeste, para Efraim, uma porção.
6 E a partir das fronteiras de Efraim, desde as regiões orientais até a costa oeste, para Rúben, uma porção.
7 E a partir das fronteiras de Rúben, desde as regiões orientais até a costa oeste, para Judá, uma porção.
8 E a partir das fronteiras de Judá, desde as regiões orientais, é a oferta de primícias: na sua largura vinte e cinco mil côvados, e no comprimento a medida de uma das porções, desde o leste até a parte ocidental; e o santuário deverá estar no meio deles.
9 Quanto às primícias que oferecerão ao Senhor, estas deverão ser do comprimento de vinte e cinco mil côvados, e da largura de vinte e cinco mil.
10 Desses serão as primícias das coisas sagradas para os sacerdotes: para o norte, vinte e cinco mil côvados, para o oeste, dez mil, e para o sul, vinte e cinco mil; e a montanha do santuário deverá estar no meio deles
11 para os sacerdotes, para os filhos consagrados de Zadoque que guardam os encargos da casa, os quais não erraram de acordo com o erro dos filhos de Israel, como os levitas erraram.
12 E as primícias deverão ser dadas a eles dos primeiros frutos da terra, a porção mais santa das fronteiras dos levitas.
13 E os levitas terão a sua parte, junto às fronteiras dos sacerdotes, do comprimento de vinte e cinco mil côvados, e da largura de dez mil; o comprimento total será de vinte e cinco mil côvados, e a largura de vinte mil.
14 Nenhuma parte disto será vendida nem medida como para venda, nem os primeiros frutos da terra serão colhidos, porquanto são santos ao Senhor.
15 Mas a respeito dos cinco mil côvados que permanecem da largura dos vinte e cinco mil, eles serão um subúrbio da cidade para habitação e para um espaço diante dela; e a cidade estará no meio deles.
16 E estas serão as suas dimensões: do lado do norte quatro mil e quinhentos côvados, do lado do sul quatro mil e quinhentos, do lado oriental quatro mil e quinhentos, e do lado ocidental ela medirá, também, quatro mil e quinhentos.
17 E haverá um espaço para a cidade, para o norte, duzentos e cinquenta côvados; e para o sul, duzentos e cinquenta; e para o leste, duzentos e cinquenta; e para o oeste, duzentos e cinquenta.
18 E o restante do comprimento, ao lado das primícias da porção santa, será de dez mil côvados para o oriente e dez mil para o ocidente, e estes serão os primeiros frutos do santuário; e os seus frutos serão para o pão dos que trabalham para a cidade.
19 E os que trabalham para a cidade serão trabalhadores vindos de todas as tribos de Israel.
20 A oferta toda compreenderá um quadrado de vinte e cinco mil por vinte e cinco mil côvados; e devereis separar desta, novamente, as primícias do santuário, a partir da possessão da cidade.
21 E o príncipe terá o restante de um lado e do outro lado das primícias do santuário. Também haverá uma possessão da cidade, de vinte e cinco mil côvados de comprimento junto às fronteiras leste e oeste, e de vinte e cinco mil junto às fronteiras ocidentais, ao lado das porções do príncipe; e as primícias das coisas sagradas e do santuário da casa estarão no meio dela.
22 E haverá uma porção retirada dos levitas, a partir da possessão da cidade, no meio da do príncipe, entre as fronteiras de Judá e as fronteiras de Benjamin; e esta será a porção dos príncipes.
23 E, quanto ao restante das tribos, das regiões orientais até o ocidente, Benjamim terá uma porção.
24 E a partir das fronteiras de Benjamin, a partir das regiões orientais para o ocidente, Simeão, uma porção.
25 E, a partir das fronteiras de Simeão, desde a parte oriental até o ocidente, Issacar, uma porção.
26 E, a partir das fronteiras de Issacar, desde a parte oriental até o ocidente, Zebulom, uma porção.
27 E, a partir das fronteiras de Zebulom, desde a parte oriental até o ocidente, Gade, uma porção.
28 E a partir das fronteiras de Gade, desde a parte oriental até as partes do sudoeste, suas costas serão desde Tamar até as águas de Meribá-Cades, por herança; e até o grande mar.
29 Esta é a terra que haveis de dividir por sorte às tribos de Israel, e estas são as suas porções, diz o Senhor Deus.
30 E são estas as saídas da cidade, em direção ao norte, da medida de quatro mil e quinhentos côvados:
31 E as saídas da cidade serão conforme os nomes das tribos de Israel. Três portas para o norte: a porta de Rúben, uma; a porta de Judá, uma; e a porta de Levi, uma.
32 E ao oriente, quatro mil e quinhentos côvados, e três portas: a porta de José, uma; a porta de Benjamim, uma; a porta de Dã, uma.
33 E ao sul, quatro mil e quinhentos côvados, e três portas; a porta de Simeão, uma; a porta de Issacar, uma; e a porta de Zebulom, uma.
34 E ao ocidente, quatro mil e quinhentos côvados, e três portas: a porta de Gade, uma; a porta de Asser, uma; e a porta de Naftali, uma.
35 Ao redor dela, dezoito mil medidas; e o nome da cidade, desde o dia em que ela for completada, deverá ser sempre o mesmo."

Nenhum comentário: