INÍCIO BÍBLIA ONLINE SNT SEPTUAGINTA NOVO TESTAMENTO
AUXÍLIOS BÍBLICOS DICIONÁRIO BÍBLICO TERMOS DE USO
Gênesis Êxodo Levítico Números Deuteronômio Josué Juízes Rute
1 Samuel 2 Samuel 1 Reis 2 Reis 1 Crônicas 2 Crônicas Esdras Neemias
Ester Salmos Provérbios Eclesiastes Cântico dos Cânticos Isaías
Jeremias Lamentações de Jeremias Ezequiel Daniel Oséias Joel Amós Obadias
Jonas Miquéias Naum Habacuque Sofonias Ageu Zacarias Malaquias
1 Macabeus
Mateus Marcos Lucas

domingo, 25 de junho de 2017

Septuaginta - Malaquias - Capítulo 3

1 Eis que Eu envio o meu mensageiro, e ele examinará o caminho diante de mim; e o Senhor, a quem vós buscais, de repente virá ao seu templo, o anjo da aliança, em quem vós tendes prazer. Eis que ele vem, diz o Senhor Todo-Poderoso.
2 E quem permanecerá no dia da sua vinda? ou quem irá suportar quando ele surgir? Pois está vindo como o fogo de uma fornalha, e como a potassa de lavandeiros.
3 Ele se assentará para derreter e purificar como se fosse a prata, e como se fosse o ouro; purificará os filhos de Levi, refinando-os como ouro e prata, e eles oferecerão ao Senhor ofertas justas.
4 E o sacrifício de Judá e de Jerusalém será agradável ao Senhor, de acordo com os dias passados, e de acordo com os anos anteriores.
5 Eu me acercarei de ti em juízo, e serei uma testemunha veloz contra as que praticam bruxarias, contra os adúlteros, contra os que juram falsamente pelo meu nome, contra os que retém o salário do jornaleiro, os que oprimem a viúva e afligem os órfãos, e que torcem o direito do estrangeiro, e não me temem, diz o Senhor Todo-Poderoso.
6 Pois Eu sou o Senhor, teu Deus, e não tenho mudado;
7 mas vós, filhos de Jacó, não vos abstivestes das iniquidades de vossos pais. Torcestes meus estatutos, e não os guardastes. Voltai-vos para mim, e eu me tornarei para vós, diz o Senhor Todo-Poderoso. Mas vós dizeis: "Em que havemos de voltar?"
8 Insultará um homem a Deus? porque vós me insultais. Mas vós dizeis: "Em que te havemos insultado?" Em que os dízimos e as primícias ainda estão convosco.
9 E vós certamente desviais o olhar de mim, e me insultais.
10 O ano acabou, e vós trouxestes tudo o que foi produzido para os armazéns; mas haverá o saque dos mesmos, no lugar onde estão. Voltai agora, por causa disto, diz o Senhor dos Exércitos, e vede se Eu não irei abrir para vós as torrentes do céu, e derramar a minha bênção sobre vós, até que estejais satisfeitos.
11 Dar-vos-ei comida, e não irei destruir o fruto da vossa terra; e a vossa vide, no campo, não falhará, diz o Senhor Todo-Poderoso.
12 E todas as nações vos chamarão bem-aventurados, porquanto sereis uma terra desejável, diz o Senhor Todo-Poderoso.
13 Vós tendes falado uma palavra dura contra mim, diz o Senhor. No entanto, vós dizeis: "Em que temos falado contra ti?"
14 Vós dissestes: "Aquele que serve a Deus trabalha em vão; e o que ganhamos em que temos mantido os seus juízos, e em que temos andado como suplicantes diante da face do Senhor Todo-Poderoso?
15 E agora consideramos abençoados os estrangeiros, e todos aqueles que agem contra a lei são edificados; pois eles têm resistido a Deus e, contudo, foram libertos."
16 Então os que temiam ao Senhor falavam, cada um, ao seu vizinho. E o Senhor atentou, e ouviu; e Ele escreveu um livro, um memorial diante dele para aqueles que temiam ao Senhor e reverenciavam o seu nome.
17 E eles serão meus, diz o Senhor dos Exércitos, no dia que Eu apontarei, como uma possessão peculiar; Eu os escolherei, como um homem escolhe a seu filho que o serve.
18 Então retornareis, e ireis discernir entre o justo e o ímpio, entre o que serve a Deus e o que não o serve."

Nenhum comentário: