INÍCIO BÍBLIA ONLINE SNT SEPTUAGINTA NOVO TESTAMENTO
AUXÍLIOS BÍBLICOS DICIONÁRIO BÍBLICO TERMOS DE USO
SEPTUAGINTA EM PORTUGUÊS - PDF. Atualizada em 18/09/2018
Gênesis Êxodo Levítico Números Deuteronômio Josué Juízes Rute
1 Samuel 2 Samuel 1 Reis 2 Reis 1 Crônicas 2 Crônicas Esdras Neemias
Ester Salmos Provérbios Eclesiastes Cântico dos Cânticos Isaías
Jeremias Lamentações de Jeremias Ezequiel Daniel Oséias Joel Amós Obadias
Jonas Miquéias Naum Habacuque Sofonias Ageu Zacarias Malaquias
1 Macabeus
Mateus Marcos Lucas

domingo, 7 de maio de 2017

Septuaginta - Ezequiel - Capítulo 1

1 Aconteceu no trigésimo ano, no quarto mês, no quinto dia do mês, que eu estava entre os que foram para o cativeiro, junto ao rio Quebar. Os céus se abriram, e eu tive visões de Deus.
2 No quinto dia do mês, e era este o quinto ano do cativeiro do rei Joaquim,
3 veio a palavra do Senhor a Ezequiel, o sacerdote, filho de Buzi, na terra dos caldeus, junto ao rio Quebar; e a mão do Senhor estava sobre mim.
4 Olhei, e eis que um vento arrasador vinha do norte, com uma grande nuvem nele. Havia um resplendor ao redor dela, e reluzente fogo; e, em meio a isso, como se fosse uma aparência de âmbar no meio do fogo, a qual brilhava.
5 E, no seu meio, como se fosse a semelhança de quatro criaturas viventes. E era esta a sua aparência: tinham, sobre eles, a semelhança de um homem.
6 Cada um deles tinha quatro faces, e cada um quatro asas.
7 As suas pernas eram retas, e os seus pés tinham asas. Deles saiam faíscas como de reluzente bronze, e as suas asas eram leves.
8 A mão de um homem estava sob as suas asas, aos quatro lados.
9 Os rostos dos quatro não se viravam quando andavam; eles iam, todos, para a sua frente.
10 A semelhança dos seus rostos era a do rosto de um homem. Também tinham, os quatro, um rosto de leão ao lado direito, um rosto de bezerro ao lado esquerdo, e também um rosto de águia, todos os quatro.
11 Os quatro tinham as suas asas estendidas acima; cada um tinha duas delas unidas as do outro, e duas que cobriam os seus corpos.
12 Cada qual andava para adiante: onde quer que o espírito estava indo, iam eles, e não se voltavam.
13 Havia no meio das criaturas viventes uma aparência como de brasas de fogo, tal como uma aparência de tochas revolvendo-se entre as criaturas viventes, com o brilho do fogo; e do fogo saiam relâmpagos.
14 15 Então, olhei, e eis que os quatro tinham, cada um, uma roda no chão, perto das criaturas viventes.
16 O aspecto das rodas era como o do berilo, e as quatro tinham uma mesma semelhança. A sua estrutura era como se estivera uma roda dentro de outra roda.
17 Eles moviam-se para os seus quatro lados. Não se viravam quando andavam,
18 nem as suas costas voltavam-se, e eram altos. Olhei para eles, e as costas dos quatro estavam cheias de olhos ao redor.
19 Quando as criaturas viventes andavam, andavam as rodas ao lado deles; e quando as criaturas viventes elevavam-se da terra, as rodas também eram elevadas.
20 Para onde a nuvem fosse, estava o espírito pronto para ir: as rodas iam e elevavam-se com eles, porque o espírito de vida estava nas rodas.
21 Quando eles andavam, andavam as rodas; e quando paravam, paravam as rodas; e quando eles elevavam-se da terra, eram também elas elevadas junto com deles, porque o espírito de vida estava nas rodas.
22 A semelhança por cima das cabeças das criaturas viventes era como um firmamento, como a semelhança de cristal espalhando-se sobre as suas asas, no alto.
23 Suas asas espalhavam-se debaixo do firmamento, tocando um a do outro; e duas asas para cada um, cobrindo seus corpos.
24 Ouvi o ruído das suas asas quando eles iam, como o som de muitas águas; e quando eles paravam suas asas eram abaixadas.
25 E eis uma voz vinda de cima do firmamento
26 que estava sobre as suas cabeças. Havia nele como a aparência de uma pedra de safira, e a semelhança de um trono em cima dela. Sobre a semelhança do trono havia uma semelhança como a de um homem, no alto.
27 E vi como que se fosse uma aparência de âmbar desde os lombos e para cima, e desde os lombos para baixo vi uma semelhança de fogo, e o seu resplendor, que estava ao redor.
28 Como o aspecto do arco-íris que aparece nas nuvens em um dia da chuva assim era a forma do resplendor ao redor.

Nenhum comentário: