INÍCIO BÍBLIA ONLINE SNT SEPTUAGINTA NOVO TESTAMENTO
AUXÍLIOS BÍBLICOS DICIONÁRIO BÍBLICO TERMOS DE USO
Gênesis Êxodo Levítico Números Deuteronômio Josué Juízes Rute
1 Samuel 2 Samuel 1 Reis 2 Reis 1 Crônicas 2 Crônicas Esdras Neemias
Ester Salmos Provérbios Eclesiastes Cântico dos Cânticos Isaías
Jeremias Lamentações de Jeremias Ezequiel Daniel Oséias Joel Amós Obadias
Jonas Miquéias Naum Habacuque Sofonias Ageu Zacarias Malaquias
1 Macabeus
Mateus Marcos Lucas

sábado, 29 de abril de 2017

Septuaginta - Jeremias - Capítulo 37

1 Palavra que veio a Jeremias, da parte do Senhor:
2 "Assim fala o Senhor, Deus de Israel, dizendo: Escreve em um livro todas as palavras que Eu te tenho dito.
3 Porque eis que vêm dias, diz o Senhor, quando farei voltar do cativeiro o meu povo de Israel e Judá, diz o Senhor; Eu irei trazê-los de volta para a terra que dei a seus pais, e eles irão ser os senhores da mesma."
4 Estas são as palavras que o Senhor falou acerca de Israel e Judá.
5 "Assim diz o Senhor: Ouvireis um som de medo; pois há medo, e não paz.
6 Pergunta, e vê se de um homem tem nascido uma criança? Pergunta sobre o medo. Onde eles esconderão seus lombos, e para onde olharão por segurança? Tenho visto a todos os homens, e as suas mãos estão sobre os seus lombos; seus rostos ficaram pálidos.
7 Porque aquele dia é grande, e não há outro igual; é um momento de angústia para Jacó, mas ele será salvo dela.
8 Naquele dia, diz o Senhor, eu quebrarei o jugo de seus pescoços, romperei as suas cadeias e eles não servirão mais aos estranhos;
9 porém, eles servirão ao Senhor, seu Deus; e Eu levantarei a Davi, seu rei."
10 11 12 Assim diz o Senhor: "Eu trouxe a ti destruição. Tua ferida é dolorosa.
13 Não há ninguém para julgar a tua causa; tens sido dolorosamente tratado para seres curado, mas não há ajuda para ti.
14 Todos os teus amigos se esqueceram de ti; nunca mais eles perguntarão a respeito de ti, de maneira alguma, porque Eu te feri com o golpe de um inimigo, com correção severa; os teus pecados abundaram acima de toda a tua iniquidade.
15 Teus pecados abundaram além da multidão das tuas iniquidades, e por causa disso eles têm feito essas coisas para ti. Portanto, os que te devoram serão consumidos, e os teus inimigos comerão toda a sua própria carne.
16 Os que te roubam servirão de despojo, e Eu entregarei ao saque todos os que te saquearam,
17 porque farei vir a tua cura, sarar-te-ei da tua dolorosa ferida," diz o Senhor. "Pois és chamado Disperso. Esta é Sião, mas ninguém procura por ela."
18 Assim diz o Senhor; "Eis que farei voltar os cativos de Jacó, e apiedar-me-ei de seus prisioneiros; a cidade será reedificada sobre o seu monte, e as pessoas deverão viver da sua própria maneira.
19 Sairão deles cantores, o som de homens que se alegram; Eu os multiplicarei e eles não serão, de modo algum, diminuídos.
20 Seus filhos entrarão como antes, e seus testemunhos deverão ser estabelecidos diante de mim. E visitarei aqueles que os afligem.
21 Seus valentes estarão sobre eles, e o seu príncipe deles mesmos procederá; reuni-los-ei, e eles irão retornar para mim. Pois quem é este que tem disposto o seu coração a fim de voltar-se para mim?" diz o Senhor.
23 Pois a ira colérica do senhor já tem saído, um turbilhão de ira já tem saído; ele virá sobre os ímpios.
24 A ira do Senhor não voltará até que Ele o tenha executado, até que tenha estabelecido o propósito do seu coração. Nos últimos dias haveis de saber essas coisas.

Nenhum comentário: