INÍCIO BÍBLIA ONLINE SNT SEPTUAGINTA NOVO TESTAMENTO
AUXÍLIOS BÍBLICOS DICIONÁRIO BÍBLICO TERMOS DE USO
SEPTUAGINTA EM PORTUGUÊS - PDF - Atualizada em 06/07/2019

domingo, 1 de maio de 2016

Mateus - Capítulo 8


1 Descendo ele do monte, seguiam-no grandes multidões.
2 E eis que um leproso, aproximando-se, prostrou-se diante dele, dizendo: "Se queres, podes purificar-me!"
3 Estendendo sua mão, tocou-o Jesus, e disse-lhe: "Quero! Sê purificado." E, imediatamente, a lepra foi purificada.
4 E Jesus disse-lhe: "Vede que a ninguém o digas; mas vai e apresenta-te diante do sacerdote levando a oferta a qual Moisés ordenou, para que lhes sirva de testemunho."
5 Indo então Jesus para Cafarnaum aproximou-se dele um centurião, suplicando-lhe
6 e dizendo: "Senhor, o meu servo está prostrado em casa, paralítico, horrivelmente atormentado!"
7 E disse-lhe Jesus: "Irei, e curá-lo-ei."
8 Porém, respondendo-lhe, disse o centurião: "Senhor, não sou digno de que sob o meu telhado adentres; dize, porém, apenas uma palavra e o meu servo será curado.
9 Pois também eu sou um homem debaixo de autoridade, e tenho sob mim soldados, e quando digo a um deles: "Vai!" ele vai; e quando digo a outro: "Vem!" ele vem; e ao meu servo: "Faze isto!" e ele o faz."
10 Ouvindo-o Jesus, maravilhou-se e disse aos que o seguiam: "Em verdade vos digo que nem mesmo em Israel encontrei uma fé como esta!
11 Digo-vos que muitos do oriente e do ocidente virão e se reclinarão com Abraão, Isaque e Jacó no Reino dos Céus;
12 os filhos do Reino, porém, serão lançados nas trevas exteriores. Ali haverá o pranto e o ranger de dentes."
13 E disse Jesus ao centurião: "Vai, e assim como crestes seja feito para ti." E ficou curado o seu servo naquela mesma hora.
14 Indo Jesus para a casa de Pedro, avistou a sogra dele deitada na cama e ardendo em febre.
15 Então, tocando ele suas mãos abandonou-a a febre e, erguendo-se, serviu-os.
16 Surgindo a manhã, levaram até ele muitos endemoninhados e expulsou deles os maus espíritos; e a todos os que padeciam de males também curou,
17 a fim de que se cumprisse o que fora dito pelo profeta Isaías: "Ele tomou nossas fraquezas sobre si, e carregou as nossas doenças."
18 Vendo Jesus que muitas multidões o cercavam ordenou que partissem dali para o outro lado.
19 E aproximando-se os escribas, disseram-lhe: "Mestre, seguiremos a ti onde quer que fores."
20 Mas Jesus, respondendo-lhes, disse: "As raposas tem covis e as aves do céu onde pernoitar; mas o filho do homem não tem onde reclinar a cabeça."
21 Disse-lhe outro de seus discípulos: "Senhor, permite-me, antes, que eu vá e enterre o meu pai!"
22 Mas Jesus lhe respondeu: "Segue-me e deixa que os mortos enterrem os seus mortos."
23 E, subindo no barco, seguiram-no os seus discípulos.
25 Eis que um grande terremoto aconteceu no mar, de modo que o barco era encoberto pelas ondas; ele, porém, dormia.
25 Aproximando-se os discípulos levantaram-no, dizendo-lhe: "Senhor, salva-nos, pois estamos perecendo!"
26 Porém, disse-lhes ele: "Porque sois covardes, homens de pouca fé?" E, erguendo-se, repreendeu os ventos e o mar; e houve uma grande calmaria.
27 Maravilharam-se os homens, dizendo: "Que tipo de homem é este, que até os ventos e o mar lhe obedecem?"
28 E atravessando para o outro lado, para a região dos gadarenos, foram ao seu encontro dois endemoninhados saídos dos sepulcros, os quais causavam muitos problemas, de modo que ninguém podia passar por aqueles caminhos.
29 E eis que que gritavam, dizendo: "Que há entre nós e tu, filho de Deus? Viestes para, antes do tempo, atormentar-nos?"
30 Havia à certa distância dali uma manada de porcos, pastando.
31 Imploraram-lhe os demônios, dizendo: "Se nos expulsas, permita-nos que vamos para aquela manada de porcos!"
32 Então disse-lhes: "Ide!" E saindo eles foram para a manada de porcos; mas eis que toda a manada dos porcos atirou-se no precipício ao mar; e pereceram nas águas.
33 Então os que os apascentavam fugiram e, indo para a cidade, relataram tudo o que havia acontecido, e também com respeito aos endemoninhados.
34 Eis que toda a cidade saiu para encontrar Jesus e, vendo-o, imploraram-lhe que saísse de suas fronteiras.


Nenhum comentário: