INÍCIO BÍBLIA ONLINE SNT SEPTUAGINTA NOVO TESTAMENTO
AUXÍLIOS BÍBLICOS DICIONÁRIO BÍBLICO TERMOS DE USO
SEPTUAGINTA EM PORTUGUÊS - PDF - Atualizada em 03/10/2018
Gênesis Êxodo Levítico Números Deuteronômio Josué Juízes Rute
1 Samuel 2 Samuel 1 Reis 2 Reis 1 Crônicas 2 Crônicas Esdras Neemias
Ester Salmos Provérbios Eclesiastes Cântico dos Cânticos Isaías
Jeremias Lamentações de Jeremias Ezequiel Daniel Oséias Joel Amós Obadias
Jonas Miquéias Naum Habacuque Sofonias Ageu Zacarias Malaquias
1 Macabeus
Mateus Marcos Lucas

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Septuaginta - Zacarias - Capítulo 1

1 No oitavo mês, no segundo ano do reinado de Dario, a palavra do Senhor veio a Zacarias, filho de Berequias, filho de Ido, o profeta, dizendo:
2 O Senhor tem estado muito irado com vossos pais.
3 Portanto, dize-lhes: Assim diz o Senhor Poderoso: Voltai-vos para mim, diz o Senhor dos Exércitos, e eu me tornarei para vós, diz o Senhor dos Exércitos.
4 Não sejais como vossos pais, a quem os profetas, antes, ordenaram, dizendo: Assim diz o Senhor dos exércitos: Convertei-vos dos vossos maus caminhos e das vossas más práticas. Mas eles não ouviram, e não atenderam para dar-me ouvidos, diz o Senhor.
5 Onde estão os vossos pais, e os profetas? Irão eles viver para sempre?
6 Mas vós recebestes as minhas palavras e os meus juízos, tudo o que Eu vos mandei pelo meu Espírito através dos meus servos, os profetas, os quais viveram nos dias de vossos pais. E eles, respondendo, disseram: Como o Senhor Todo-Poderoso tem determinado fazer-nos, segundo os nossos caminhos e segundo as nossas práticas, deste modo tem ele feito conosco.
7 No vigésimo quarto dia do décimo primeiro mês, o qual é o mês de sebate, no segundo ano do reinado de Dario, a palavra do Senhor veio a Zacarias, filho de Berequias, filho de Ido, o profeta, dizendo:
8 Olhei, à noite, e vi um homem montado num cavalo vermelho; e ele estava parado entre as montanhas sombrias. Atrás dele estavam cavalos vermelhos, cinzentos, malhados e brancos.
9 Então, eu disse: Quem são estes, meu senhor? E o anjo falou comigo, dizendo-me: Eu te mostrarei o que são essas coisas.
10 E o homem que estava parado entre as montanhas respondeu, e disse-me: Estes são os que o Senhor enviou para dar a volta a terra.
11 E eles responderam ao anjo do Senhor, que estava entre as montanhas, e disseram: Nós temos dado volta a toda a terra, e eis que ela está habitada e em repouso.
12 E o anjo do Senhor respondeu, dizendo: Ó Senhor Todo-Poderoso, por quanto tempo ainda não irás ter compaixão de Jerusalém e das cidades de Judá, as quais não tiveste em conta durante esses setenta anos?
13 Então o Senhor Todo-Poderoso respondeu ao anjo que falava comigo com palavras boas e de consolo.
14 E o anjo que falava comigo, disse-me: Clama, dizendo: Assim diz o Senhor dos exércitos: Eu estou zelando por Jerusalém e por Sião com grande zelo.
15 Eis que estou muito irado com as nações que se combinam para atacá-la; pois eu, de fato, estava um pouco zangado, mas elas se combinaram para atacá-la, intentando o seu mal.
16 Portanto, assim diz o Senhor: Voltarei para Jerusalém com compaixão, e a minha casa será reconstruída nela, diz o Senhor Todo-Poderoso; e um cordel de medição deverá ainda ser estendido sobre Jerusalém.
17 E o anjo que falava comigo, disse-me: Clama outra vez, e dize: Assim diz o Senhor dos exércitos: Todavia, as cidades ainda se espalharão, por causa da sua prosperidade. O Senhor ainda terá piedade de Sião, e escolherá a Jerusalém.
18 Então, levantei os meus olhos, e vi, e eis quatro chifres.
19 E eu disse ao anjo que falava comigo: Que são essas coisas, meu senhor? E ele disse-me: Estes são os chifres que dispersaram a Judá, a Israel e a Jerusalém.
20 E o Senhor me mostrou quatro artífices.
21 E eu disse: Que vêm estes fazer? E ele disse: Estes são os chifres que dispersaram a Judá. Eles quebraram Israel em pedaços, de modo que ninguém mais levantou a sua cabeça. Porém estes vieram para para derrubá-los com as suas mãos, aos quatro chifres, as nações que levantaram o seu chifre contra a terra do Senhor para a espalhar.

Nenhum comentário: