INÍCIO BÍBLIA ONLINE SNT SEPTUAGINTA NOVO TESTAMENTO
AUXÍLIOS BÍBLICOS DICIONÁRIO BÍBLICO TERMOS DE USO
SEPTUAGINTA EM PORTUGUÊS - PDF - Atualizada em 06/07/2019

terça-feira, 21 de junho de 2016

Mateus - Capítulo 21

1 E quando aproximaram-se de Jerusalém, foram para Betfagé, diante do monte das Oliveiras; neste momento Jesus enviou dois de seus discípulos
2 dizendo-lhes: "Ide à cidade que está diante de vós e, ao entrardes, achareis um jumento amarrado e junto dele um jumentinho. Desamarrando-os, trazei-os para mim.
3 E se alguém vos perguntar algo, dizei que o senhor deles tem necessidade; e logo os enviará.
4 Tudo isto aconteceu para que se cumprisse o que fora falado através do profeta, dizendo:
5 "Anunciai à filha de Sião: Eis que o teu rei vem a ti, humilde e montado sobre um jumento e um jumentinho, filho de animal de jugo."
6 Indo os discípulos, e fazendo conforme lhes ordenara Jesus,
7 trouxeram o jumento e o jumentinho e colocaram sobre eles a sua roupa; e assentou-se Jesus sobre elas.
8 O restante da multidão espalhou as suas roupas no caminho; outros cortaram ramos das árvores e espalharam-nos também no caminho.
9 Mas as multidões que iam adiante e atrás gritavam, dizendo: "Hosana ao filho de Davi! Bendito o que vem em nome do Senhor! Hosana nas maiores alturas!"
10 E entrando ele em Jerusalém toda a cidade se agitou, dizendo: "Quem é este?"
11 Mas a multidão dizia: "Este é Jesus, o profeta de Nazaré da Galileia!"
Então Jesus entrou no templo e virou as mesas dos cambistas e as cadeiras dos vendedores de pombas,
13 dizendo-lhes: "Está escrito: A minha casa chamar-se-á Casa de Oração. Mas vós a transformais num esconderijo de ladrões!"
14 Aproximaram-se dele cegos e coxos, no templo, e curou-os.
15 Vendo os sacerdotes e escribas as maravilhas que fazia e as crianças gritando no templo, dizendo: "Hosana ao filho de Davi!" indignaram-se.
16 E disseram-lhe: "Ouves o que estes dizem?" Mas Jesus respondeu-lhes: "Sim! Nem mesmo lestes que "da boca de pequeninos e de bebês aperfeiçoastes o louvor?""
17 Então, deixando-os, saiu para fora da cidade, para Betânia, e pernoitou ali.
18 Subindo para a cidade pela manhã, sentiu fome.
19 Vendo uma figueira à beira do caminho foi até ela; porém nada encontrou nela a não ser folhas; então disse-lhe: "Não mais de ti nasça fruto nesta era!" E secou-se, imediatamente, a figueira.
20 Os discípulos, vendo isto, maravilharam-se, dizendo: "Como secou a figueira tão rapidamente!?"
21 Jesus, respondendo-lhes, disse: "Em verdade vos digo que se tiverdes fé e não duvidardes, não apenas farei o mesmo que foi feito à figueira, mas também se disserdes a este monte: "Ergue-te e lança-te no mar!" assim sucederá.
22 E tudo o que pedirdes em oração, crendo, recebereis."
23 Indo ele para o templo aproximaram-se, quando ensinava, os sacerdotes e presbíteros do povo, dizendo: "Em qual autoridade fazes isto? E quem é que te deu esta autoridade?"
24 Porém Jesus, respondendo, disse-lhes: "Também eu vos farei uma pergunta. Se me responderdes também eu vos direi em qual autoridade faço isto!
25 O batismo de João, de onde era? Do céu ou dos homens?" Mas eles discutiam entre si, dizendo: "Se dissermos: "Do céu." Ele nos dirá: "Porque então não o acreditastes?"
Porém, se dissermos: "Dos homens!" tememos a multidão." Pois todos consideravam João como profeta.
27 E respondendo a Jesus, disseram: "Não sabemos!" Disse-lhes ele: "Nem eu vos digo em qual autoridade faço estas coisas!
28 Mas, o que achais disto: Certo homem tinha dois filhos e, aproximando-se do primeiro, disse: "Filho, vai hoje trabalhar na minha vinha."
29 Respondeu ele, dizendo: "Não quero!" Mais tarde, porém, mudando de ideia, foi.
30 E aproximando-se do segundo, disse a mesma coisa. Ele, porém, respondendo, disse: "Eu vou, senhor!" Mas não foi.
31 Qual dos dois fez a vontade do pai?" Responderam-lhe: "O primeiro." Disse-lhes Jesus: "Em verdade vos digo que os cobradores de impostos e as prostitutas vos precederão no Reino de Deus!
Pois veio João até vós no caminho da justiça e não o acreditastes; porém, os publicanos e as meretrizes acreditaram nele. Vós porém, vendo tudo, não mudastes, depois disto, vossas mentes para acreditá-lo.
33 Escutai outra parábola: "Certo homem, chefe de família, o qual plantou uma vinha e colocou ao seu redor uma cerca, também escavou nela um lagar, construiu uma torre e arrendou-a aos cultivadores, ausentando-se.
34 Quando chegou o tempo da colheita, enviou seus servos aos cultivadores para receberem dos seus frutos.
35 E lançando mão dos seus servos, os cultivadores amarraram alguns deles, mataram outros e apedrejaram outros.
36 Novamente enviou outros servos, em maior número que os primeiros, e fizeram-lhes da mesma forma.
37 Por último enviou-lhes seu filho, dizendo: "Temerão ao meu filho!"
37 Porém os cultivadores, vendo o filho, disseram entre eles: "Este é o herdeiro! Matemo-lo e apoderemo-nos da sua herança!"
39 E, lançando mão dele, lançaram-no fora da vinha e o mataram.
40 Quando, pois, vier o senhor da vinha o que fará aqueles cultivadores?"
41 Responderam-lhe: "De forma terrível os exterminará, e entregará a vinha para outros cultivadores, os quais lhe entregarão os seus frutos no seu tempo apropriado!"
42 Disse-lhes Jesus: "Por acaso não lestes nas escrituras: A pedra que os construtores rejeitaram, esta tornou-se em pedra de esquina. Do Senhor veio isto e é maravilhoso aos nossos olhos?
43 Por este motivo vos digo que será tirado de vós o Reino de Deus e será dado a um povo o qual produz seus frutos.
44 O que tropeçar naquela pedra será feito em cacos, e aquele sobre quem ela cair, reduzi-lo-á a pó!"
45 E ouvindo os sacerdotes e os fariseus as suas parábolas entenderam que acerca deles falava.
46 E, querendo lançar-lhe mão, temiam as multidões, porque o tinham como profeta.

Nenhum comentário: